sexta-feira, 17 de junho de 2011

Peitos de aço - como se preparar para amamentar

Gente, andando por aí ví que rola muita desinformação acerca do tema e resolví escrever pra ver se consigo ajudar algumas pessoas. Os pediatras (a maioria esmagadora deles) não quase não vêem isso nas faculdades e mesmo assim insistem e dar pitacos (errados) sobre a amamentação e acabam mais atrapalhando do que ajudando, além de receitarem NAN pra tudo: tanto pra bb gordo como pra bb magro, pra bb que dorme a noite inteira e pra bb que não dorme a noite inteira. Eu passei por muita dificuldade na amamentação e quis vir aqui dividir meus aprendizados com vocês. Então, vamos lá:



Não adianta passar bucha vegetal, toalha molhada nem nada disso. É, não adianta mesmo! Sua mãe falou, sua avó ídem e seu obstetra foi categórico em te mandar "esfolar" os bicos dos peitos, mas nada disso adianta. Se adiantasse, não tinha tanta mulher por aí reclamando de seios rachados. O que acontece quando vc "esfola" o peito com a bucha ou qualquer outro similar é que vc acaba tirando as células mais superficiais da pele do mamilo e eles ficam mais sensíveis ainda. Por isso que, após algumas sessões dessa tortura, a gente começa a sentir uma dor insuportável. Eu desistí na 2ª semana e não me arrependo.

Os nossos mamilos modernetes ficam o tempo inteiro abafados por sutiens e camisetas, o que faz com que a pele do mamilo não entre em atrito com nada e fique cada vez mais sensíveis. É igual o pé. Já viu pé de gente que anda muito descalço? Vai criando uma proteção, meio que uma crosta mesmo pra aguentar o tranco. O mesmo acontece com o mamilo, então o que realmente funciona é vc fazer um buraco no sutiã e ficar com os mamilos de fora o máximo de tempo que conseguir. É, isso mesmo! Ou você já viu índia reclamando de bico rachado e dando leite de vaca pra indiozinho?

Minha sogra me deu uma dica MÁRA, que era a de, além de fazer esse buraco no sutien, colocar uma camisa bem grossa do meu marido por cima e ficar o máximo de tempo que desse, justamente por conta desse atrito. Pena que eu não fiz nada disso pq achei que fosse besteira, mas me arrependo amargamente! Thanks sogrete, no próximo baby eu vou seguir a risca! ;)

Se vc não quer estragar um sutien e mesmo assim quer se preparar, então as conchas de amamentação são uma boa pedida pra vc. Pode usar antes e depois do parto. O legal da concha é que, pra quem não tem o mamilo formado, ela ajuda a formar, pois faz uma espécie de vaccuo que ajuda a puxar o bico do peito (não dói não tá gente?). Eu usei no pós-parto e achei uma maravilha, pois além de proteger os meus mamiletes rachados do atrito com a roupa, servem pra armazenar o excesso de leite que sai nos primeiros meses de vida do bebê. É ótimo também porque dá pra usar com pomadas, sem ficar melecando a roupa. É meio carinho, mas vale cada centavo! Se não fossem as conchas, meus mamilos teriam ficado muito mais esfolados.

Outra coisa que também ajuda é tomar sol nos mamilos. Como muita gente não tem como fazer isso, eu recomendo utilizar uma lâmpada de 60W durante 15min por dia. Essa você também pode fazer antes e após o parto. O sol (ou a lâmpada) é ótimo pois ajuda a pele a cicatrizar mais rápido.


Tem muita gente que usa pomada ainda na gravidez. Isso eu não sei se adianta, mas sei que quando rachou, a única pomada que resolveu foi a Lansinoh. É cara pois é importada, então se alguém que vc conhece for pro states, pede pra trazer. Paguei 50 reais num tubinho e valeu cada centavo. Dura pra caramba e ajuda a cicatrizar horrores! Se não fosse a dupla Lansinoh + concha de amamentação, eu teria desistido e não teria amamentado. Usei umas outras, tal de Millar e Lenidrat que não resolveram nada e só fizeram arder. Tem que goste, mas eu detestei e acabei dando pra minha co-cunhada pra ver se ela se adaptava.

Esse "adesivo" é tipo um gel bem gostoso que dá uma sensação refrescante pra quem tá com os mamiletes rachados. Se puder colocar na geladeira, melhor ainda. Minha cunhada me deu uns 5 pacotinhos e eu AMAY de paixão! Alivia muito a sensação de queimação que dá durante a apojadura (descida do leite) e alivia mais ainda as rachaduras. Se chama Mamare, e também é caro, mas duuuuraaaaaa até, além do que os seus mamilos esfolados merecem esse mimo. Depois quando perder a cola vc ainda pode dar pro seu marido brincar de tacar no teto (né Lu?). hehehehe


Aprender a pega correta é essencial pro peito não rachar. Dificilmente suas peitcholas vão se machucar se o seu bebê estiver pegando corretamente. O bebê tem que fazer uma "boquinha de peixinho" e abocanhar o máximo que conseguir da auréola. Se o bebê estiver chupando só o mamilo, tá errado e as chances de fissurar são grandes! Pra ajudar o RN a mamar direito, vc pode pressionar com o polegar e o indicador as bochechinhas dele, pois isso vai fazer com que ele abra bem a boquinha e seja mais fácil de encaixar. Se doer é pq o bb não tá pegando direito!


Se nada disso te ajudar e mesmo assim vc sentir dor, o banco de leite é o seu melhor amigo. Lá o pessoal é treinado pra te ajudar com a pega, te dão informações ótimas sobre a amamentação e vão te ajudar a ordenhar caso seu peito esteja muito cheio. Mas só vale ir no banco de leite com o bb em mãos, antes disso não adianta. Aqui tem uma relação ótima dos bancos de leite brasileiros: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=5082815&tid=2442160645515934458




Gente, tem umas pessoas que comentaram cujos perfis tão bloqueados e/ou os blogs são restritos e eu não conseguí responder. =/

Priscila, olha, são vários os fatores que podem contribuir pra obesidade. Te recomendo ler esse artigo, que diz justamente que a amamentação previne contra a obesidade: http://care.diabetesjournals.org/content/34/3/641.long

a tradução se encontra aqui: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=52101&tid=5580224808945613637&start=1

Além disso, desconheço algum malefício psicológico que mamar possa trazer às crianças. Amamentar é meramente cultural, e a nossa cultura machista e hedonista é quem deturpa tudo e diz que crianças que mamam vão ter prejuízos psicológicos futuros. Crianças de várias tribos indígenas e em várias culturas mamam por período prolongado (leia-se mais de 2 anos) e não tem prejuízo algum, pelo contrário, são super confiantes e seguras de sí. Crianças que mamam por mais tempo tendem sim a ficar mais seguras e independentes justamente pois sabem que, se precisarem da mãe e do conforto do seio materno, vão ter ambos.

4 comentários:

Maíra disse...

Excelente post, Aretha! Falou tudo e mais um pouco! Parabéns, adorei!

Beijos!

Kira! disse...

Acredito que não podemos generalizar, sabe? Existem sim muitos profissionais bons, pediatras, obstetras, etc.
Minha gravidez toda foi acompanhada e meu parto pelo SUS e lá sempre preferem o parto normal, sempre me informaram corretamente sobre tudo, algumas coisas/pessoas equivocadas sim, mas não TODOS.

Acho que, não deveriamos desmoralizar os profissionais da saúde, para defender no que acreditamos. Tem como consciêntizar as mulheres, ensinar, etc, sem fazer isso sabe?

Nunca me falaram nada no pré natal sobre amamentação, e eu sinceramente, não me preocupei, comecei ter colostro no 6º mês. não li nada sobre amamentação - na época não era muito ligada, mas sempre soube que eu iria amamentar -, mas quando minha filha veio mamar, pegou o peito certinho e meu leite desceu depois de 12hrs!

Nunca "tomei banho de sol" como me indicaram, nunca mesmo. Sempre usei sutian enquanto amamentava, etc, a única coisa que eu evitava era deixar umido já que vazava muito leite, sempre deixava uma fraldinha de pano entre o bico e o sutian, e ia trocando de tempo em tempo.

Nunca tive nenhum problema com amamentação.

Já ouvi falar muita bosta sobre essa concha de amamentação, tanto em estudos, quanto de médicos, de outras mães etc. O bico do peito fica em contato com o leite, fica umido e tem mais chances de rachar, etc.

Não sei se o problema é comigo porque comigo foi tudo ao contrário. Me falaram na maternidade que a baby tinha de pegar o máximo que pudesse da aureola, conclusão, eu fiquei como se fosse um inchado, e eu chorava de dor. Me encheu o saco, e comecei dar só o bico, conclusão, mamando até hoje e eu sem nenhuma dor.



Bom é isso. Acho que existe sim um padrão do correto, mas tem uma variavel de mulher para mulher, eu por exemplo fiz quase tudo ao contrário e comigo deu super certo!

E como disse, a gente não precisa defender as nossas idéias, menosprezando e generalizando todos os pediatras e etc.


Beijos
http://parabeatriz.blogspot.com

Mamãe Natural disse...

Excelente postagem!!! Vou colocar a link no post sobre amamentação do meu blog...tudo bem?
Então sobre a beterraba e o espinafre:
É isso mesmo...ontem a pediatra me falou, é quanto a fixação de nitrato...que forma ligação estável com a hemoglobina e pode trazer probleminhas aos rins dos nossos pequenos. Segundo a pediatra do Arthur é preferível evitar até 1 ano de idade, por via das dúvidas vou esperar mais uns 3 meses para oferecer ao Arthur.
Vou ver se acho algum artigo sobre isso...
Bjus!

Kira! disse...

Sabe que quando eu estava no hospital, rindo para não quebrar a cara do pediatra eu lembrei de voce? hahaha.

Eu raramente pego pediatra pau no cu, e eu sou de mandar tomar no cu se me tira do sério - como eu fiz ontem!

Eu sempre quis pegar um médico assim, para falar umas "verdades".
Acho que é "dever" de toda gestante, mãe, etc, se informar independente de médico sabe? E acho legal blogs, sites, que procuram informar corretamente.

Como te disse, não desmereço os médicos sabe?Existem ótimos profissionais até mesmo no SUS. Mas também tem uns fdp que eu não entendo o porque escolhe tão profissão, não é nem só pela falta de informação, questão de estarem desatualizados, etc. Mas por não terem TATO para aquela profissão.

Naquele momento, eu precisava mais de um raio x não para ver o que tinha dentro da Beatriz, até porque, já tava na barriga mesmo e de não só sairia no cocô. Mas para ME tranquilizar, sabe?
Imagina quantas mães esses pediatras de emergencia pega desesperadas e só falam merda?
Horrível!!!


Agora a Beatriz está bem, ainda com umas coisas estranhas, o que me faz acreditar que o que ela "comeu" ontem para engasgar, foi o proprio vomito, nojento né?
Pois é!


Beijos