sexta-feira, 24 de junho de 2011

O tal do sutiã infantil


Outro dia estava eu perambulando por uma loja de departamentos com uma amiga minha e em meio a casacos e fraldas, eis que eu vejo o tal do mini-sutiã. Já tinha ouvido falar antes mas nunca tinha visto. Na hora pensei: meu deus, até aqui no meio da roça essa bost@ já chegou! Pasmei e até mostrei pra Carol pra comprovar que não era só um sutiã super pequeno, e sim infantil. 

Olha, nem vou falar que isso é prato cheio pra pedófilo pq esses monstros enxergam sensualidade até se a criança tiver de burca, mas olha, choquei mesmo! 

Tem muita mãe por aí que compra maquiagem, saia curta, esmalte... Gente, na boa, acho super de mal gosto. Toda vez que eu vejo uma mini-adultinha por aí acho o fim da picada, breguete mesmo. Acho que tem hora pra usar esse tipo de coisa. Não vejo problema nenhum da Aurora pegar minhas maquiagens e comer, brincar, fingir que tá se pintando e pans, mas isso aqui é exagero: 
(deixando claro que eu nem conheço a autora do vídeo e só peguei pra ilustrar mesmo)

Na boa, eu só fui saber o que era pintar unha lá pros 9 anos (e pintar daquele jeito né, uma de cada cor, sem fazer cutícula nem nada), sutiã lá pros 12 que foi quando começei a ter peito (e nem era sutiã sutiã, era mais um topzinho mesmo) e maquiagem só depois dos 15 e mesmo assim quando ía pra festa ou coisa do gênero, pra ir pra escola não passava nem gloss, que dirá rímel, lápis de olho e sombra. Na minha época maquiagem era aqueles trens duros, que não pintava nem nada, era só pra brincar de faz de conta mesmo.

Daí nessas horas eu fico pensando, velho, onde é que fica o lúdico, a imaginação, a brincadeira? Como que as crianças dessa geração vão aprender a inventar se a gente já dá tudo pronto, de mão beijada? Aliás, onde é que fica a infância, o faz-de-conta? Se a brincadeira é ser adulta, porque não deixar as crianças vestirem as roupas da mãe, calçar aquele sapato gigantesco, colocar aqueles brincos que nem cabem direito na orelha e guardar fotos divertidas pra posteridade? Tem que transformar a criança num mini-adulto, estimulando a vaidade assim tão cedo?

Sutiã, se for um top, não vejo muito problema, desde que seja pra brincar, e não pra usar como mulher mesmo. Agora, bojo? Pera lá né? Aí depois os pais ficam reclamando de erotização precoce, que as meninas já querem beijar e blá blá blá. Mas também, olha o estímulo né? Nego quer dar sutiã de bojo, deixar ver Tv o dia inteiro, pintar unha e etc e não quer que a criança fique erotizada? Claro que vai ficar! Claro que vai querer sair por aí beijando na boca, namorando, querendo transar cedo. A gente estimula o tempo todo as crianças a terem esse tipo de comportamento e depois fica por aí chorando as pitangas porque a filha de 8 anos quer fazer festa de aniversário num SPA. ¬¬

Eu quero muito é que minha filha brinque descalça, suba em árvore pra comer fruta do pé, brinque na rua de amarelinha e pique, que vista meus sapatões e borre a boca toda de baton vermelho, que meleque as unhas de canetinha e cante, dance, faça concurso de desfile de moda, mas claro, tudo na brincadeira, na diversão, sem esse caráter de vaidade que a gente vê por aí, de TER QUE passar um rímel pra ir na padaria. Óbvio que se ela quiser muito, a gente vai ter que negociar até chegar num ponto que fique bom pras duas porque eu também não sou inflexível, agora, menina de 6 anos usando bojo não tem nem nexo né? Acho até meio criminoso, um atentado contra a infância e o faz-de-conta. 

Minha filha vai usar sutiã sim, mas quando for mocinha. Maquiagem, esmalte e essas firulas todas é coisa pra moçinha e não pra criança de 6 anos. Criança tem mais é que brincar de boneca, e não de mini-adulto. 

10 comentários:

Maíra disse...

Concordo em gênero, número e grau! Affff, acho um absurdo esse lance de sutiã pra criança, odeio tudo que envolve a erotização infantil! Maquiagem pra criança, sapato de salto pra criança, nossa, eu repudio com GOSTO! Se eu tiver uma filha ela também não vai usar essas coisas até ter idade, quero ensinar pra ela o gostoso da infância, afinal, a gente tem a vida inteira pra ser adulto, e, cá entre nós, ser criança é BEM MELHOR! rs!

Beijos!!!

...Família Colorida... disse...

Vi agora seu comentário nesse blog, hehehe, Aretha eu também acho o cúmulo ter que pagar uma fortuna pra ter filho, sabe? Tipo, até dá pra fazer inseminação caseira (um amigo ejacula num potinho desses de colher urina e com uma seringa a mulher aspira o sêmen e injeta dentro da vagina), é uma forma de engravidar sem contato sexual e de graça, porém eu e a Paula temos muito medo, pois não temos nenhum amigo confiável que sabemos que não iria depois querer a guarda do nosso filho, sabe? E para registrar a criança no nome de nós 2, o fato de conseguirmos provar que engravidei por reprodução assistida com doador anônimo é um ponto que ajuda na decisão do juiz de registrar a criança no nome da Paula também, entende? Porque ele deduz que, como o doador foi anônimo, realmente não existe um "pai", então o "pai" passa a ser a Paula! Complicado né, rs.... é foda, amiga! Acho que o jeito vai ser pagar mesmo! rs!
Ah, e eu já assisti L Word também, sei qual cena é essa que você disse, mto fofo mesmo, pretendemos tentar algo parecido com a minha inseminação, rs!

Ufa, falei demais!rs!!!
Beijos!!!!

Kira! disse...

Antes mesmo de ter a Beatriz eu já falava que se eu tivesse uma filha não deixaria ela andar como uma mini puta!
E sabe, eu lembro que na minha infância o gostoso era ficar de moleton, shorts, correr, usar chinelo.
Sandália e vestido para ir passear, na igreja, festinha.
Hoje em qualquer loja que você vai, tanto no setor feminino ou masculino todas as roupas imitam roupas de adulto, é um inferno achar um moleton, ou uma camisetinha básica sabe?

A Beatriz tem muita roupa de perua, sapatos muitos, tudo porque minhas tias dão, e ela já chegou a ganhar uma mini saia que eu guardei bem no fundo do guardar roupa até ela perder!


Criança tem de andar que nem criança!


Beijos

Mariana Rovida disse...

Aretha,

Concordo com tudo que vc falou. E tbm sempre tive esse raciocínio.

Me ferrei pq Maria Alice é super vaidosinha. Levei um susto.

Mas a minha reflexão hoje é a seguinte: Normal que ela se interesse pelas coisas que me vê fazendo. Exemplo é a primeira maneira de educar. Se ela não me visse me maquiando, provavelmente não teria tanto interesse em se maquiar até pelo menos entrar em contato com outras crianças ou pessoas que a apresentassem esse interesse.

Óbvio que eu não a deixo se maquiar. Vez ou outra rola um gloss. De resto eu explico que é coisa de adulto e que quando crescer ela vai poder usar. Mas não a recrimino ou faço parecer errado.

A questão das unhas é que me dá a verdadeira dimensão da vaidade dela. Eu uso como negociação pra ela me deixar cortar, rs. "A mamãe vai cortar e depois pinta", funciona que é uma beleza, e sabe qnt tempo dura os esmalte? Mal estou terminando e já vejo uma mãozinha toda borrada. Ou seja, ela não liga a miníma pra unha dela, ela só quer ter o gostinho de fazer algo que ela me vê fazendo.

Eu penso que a gente tem que proteger nossas crianças, e ensinar que tem um mundo todo além das aparências. Isso é fundamental. A questão da sexualidade, também concordo que quanto mais tempo uma criança tiver pra ser criança, pra enxergar o sexo como uma criança, mais saudável ela será e viverá na sexualidade adulta.

Mas tbm não dá pra evitar o interesse, a curiosidade. A gente tem que perceber qual é o fundo desse interesse, pra poder conduzir bem.

roberta disse...

ok ok ok estão certas. no que diz respeito a erotização infantil mais quanto ao sutiã ou top infantil depende muito da criança minha filha por exemplo tem 8 anos e ja tem seio pequeno mas tem então tenho que manda-lá de top para a escola pois a blusa é branca e muito clara isso é uma questão de bom senso ela não vai sair por ai mostrando o sutiã e sim escondendo o seio devido a transparencia da camiseta.

Girl Games disse...

Eu sei porq as meninas de 9 10 anos usam é porq marca o biquinho na blusa e é bem feio. É aconselhavel a aquelas que se sentem encomodadas usar sim um topzinho caso ate msm com todos os topzinhos marque, pode-se usar um sutian de pouco enchimento :)

Girl Games disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

mesmo assim Roberta mais é muito cedo pra sua filha usar sutiã.

Juliana 004 disse...

Uso maquiagem (sombra,batom e rimel apenas)desde os nove anos, pinto as unhas (sem fazer cutícula) desde os 4 ou 6 e agora com onze to chateada com a minha mãe pq ela não me deixa usar sutiã (nem com,nem sem bojo) meus seios já estão super-doloridos mesmo sendo em pequena quantidade,todos me dizem que já devo começar a usar...

Anônimo disse...

Gente as vezes acontece hoje em dia as meninas estão crescendo cada vez mais rápido tem algumas meninas de 8 anos de idade usando umas usam porque veem as menininhas usando e querem ai a mãe dá aí não dá né mas,quando a menina precisa mesmo que seja pequena tem que usar só não da quando querem usar por imitação eu já vi uma menina de 6 anos usando sutiã provavelmente de 10 ou 11 anos aquilo não tinha cabimento a menina não tinha seio nenhum eu já usava esmalte desde os 8 anos maquiagem no máximo batom bem clarinho rosinha e pra festas uma sombrinha rosinha mais do que isso nunca para a escola só um gloss bem básico algumas coisas não tem cabimento mas outras agente tem que avaliar se precisa mesmo ou não né gente tchau tchau:)